terça-feira, 20 de agosto de 2019

Problemas no abastecimento de água foi o principal assunto da Sessão Ordinária da Câmara de Mangabeiras dessa segunda (19)


Foi realizada nessa segunda-feira, 19 de agosto, mais uma Sessão Ordinária da Câmara Municipal de São Raimundo das Mangabeiras. A Sessão contou com a presença dos 07 dos 11 vereadores: Ailton Costa, Alessandra Alvarenga, Catré, Emerson Cardoso, Emir Alencar, Irmão Leonardo, Nonato da Papelaria. Foi justificada a ausência da Vereadora Darleia Oliveira e dos Vereadores Júlio da Foto Layser e Pedro Violão.

Assista!




Confira, AQUI, síntese das falas dos vereadores e demais participantes da sessão.


Destaques das falas dos vereadores



Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, o Vereador Irmão Leonardo comentou sobre os problemas de abastecimento de água em São Raimundo das Mangabeiras. Destacou audiência pública realizada sobre o problema. Ponderou que a audiência pública foi importante, que alguns encaminhamentos foram feitos. Disse que a adutora se rompeu por três vezes seguidas. Disse que conversou com o promotor de justiça sobre a situação. Comentou que existem casas que estão há mais de 20 dias sem água. Pediu que a Caema seja mais transparente com os consumidores e mantenha os mesmos informados sobre os problemas. Ponderou que a situação é insustentável. Comentou que existe a expectativa de uma manifestação popular sobre o problema, a ser realizada na BR 230, que o Ministério Público e DNIT já estão sabendo dessa possibilidade. Informou que sugeriu ao prefeito para que seja feito estudo sobre a viabilidade de abrir edital de concessão do sistema de abastecimento de água a uma empresa privada, uma vez que a concessão da Caema está vencida. Informou que apelou ao Secretário de Cultura para que seja revista a forma como os camelôs estão sendo alocados na BR 230. Comentou que sugeriu que a Prefeitura procure a igreja católica para que seja vista a possibilidade de colocar os camelôs no Centro Dom Franco Masserdotti. Comentou que pediu ao Secretário de Cultura que procure os concessionários de pontos na praça de alimentação para que os mesmos façam a manutenção dos banheiros. Ponderou que outra preocupação apresentada ao Secretário de Cultura foi sobre os banheiros químicos a serem usados durante o festejo. Sugeriu que seja feita parceria com o proprietário de uma área próxima ao corredor da folia onde os banheiros possam ser instalados, e não na praça atrás da escola São Raimundo Nonato, como estava previsto.



Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, o Vereador Emerson Cardoso comentou sobre a indicação que apresentou para que sejam instaladas placas informativas próximo às faixas de pedestre na Avenida Rodoviária, orientando os pedestres sobre a importância do uso da mesmas. Comentou sobre projeto de lei que está apresentando que visa proibir a inauguração de obras públicas inacabadas no município, bem como aquelas que não puderem ser utilizadas de forma imediata. Comentou sobre projeto de lei que apresentou e que trata sobre a obrigatoriedade da exibição de vídeos de conscientização sobre exploração sexual infanto-juvenil e sobre problemas relacionados ao uso de drogas. Comentou sobre o projeto de lei que apresentou e que trata sobre alteração de denominações de bens públicos do município, no tocante a obras com nomes de pessoas vivas. Ponderou que obras com nome de pessoas vivas é algo imoral e ilegal. Citou os nomes das obras: Ginásio de Esportes Raimundo Carreiro, Terminal Rodoviário Roseana Sarney, Escola Deputado Francisco Coelho, Avenida Edison Lobão, Avenida Raimundo Carreiro, Avenida Dim Dias, Rua Irany Queiroz, Rua Francisco Coelho, Rua Dr Demerval Bento Araújo, Rua Dr Ítalo Cardoso, Rua Dr Acioly Cardoso, Travessa Francisco Coelho e Rua Dr Crisogomo Vieira. Ponderou que é preciso criar os critérios para os novos nomes dos logradouros e que pedirá opinião dos demais vereadores.


Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, o Vereador Maurício Dião manifestou preocupação com os problemas de abastecimento de água da cidade. Comentou que o povo está correto em exigir a solução do problema. Comentou que o governo do estado está alheio ao problema. Informou que pediu ao Secretário de Infraestrutura, Cobra, uma solução para os problemas de iluminação pública, especificamente nas proximidades da casa do senhor conhecido do ‘Abea’. Manifestou preocupação com estrada entre as localidades Cabeceiras e Pedra Grande. Pediu que seja dada uma solução ao problema, que já foi objeto de outras cobranças feitas por ele. Pediu que seja construído quebra molas na rua da dá acesso ao Bairro Olaria pelo Bairro São José.


Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, o Vereador Emir Alencar disse que a questão do abastecimento de agua é algo que vem senso debatido há muito tempo e que é cada vez mais claro que a solução não virá da Caema. Comentou que a cidade necessita do plano diretor e do plano municipal de saneamento básico. Comentou que a Caema tem um passivo e uma dívida muito grandes e que, portanto, não tem condições de solucionar o problema. Disse acreditar que o sistema de Mangabeiras tem perspectiva de ser autossuficiente. Ponderou que a concessão da Caema está vencida há cerca de 17 anos. Comentou que tem dúvida quanto à capacidade do município em gerir um sistema próprio. Ponderou que é preciso ação do poder executivo municipal, uma vez que a Caema não está cumprindo suas obrigações. Comentou que outro problema é a diminuição da vasão do Riacho Cachoeira, o que intensifica ainda mais o problema do abastecimento de água. Cobrou respostas da Secretaria de Meio Ambiente quanto a algumas demandas apresentadas pelos vereadores. Manifestou preocupação quanto a problemas relacionados a incêndios florestais no município.

Destaques das falas do público e participantes da Sessão


Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, o Comandante da 3ª Companhia de Polícia do 4° Batalhão de Polícia Militar, Major Rogério, comentou que aguarda o início da operação do Departamento Municipal de Trânsito para que o trânsito seja mais seguro. Ponderou que é preciso trabalho de conscientização para que determinadas políticas tenham maior êxito. Informou que recentemente houve a prisão de um caminhoneiro que estava embriagado e que a participação da sociedade foi importante em denunciar. Ponderou que ficou sabendo que haverá uma manifestação sobre o abastecimento de água e que a Polícia Militar (PM) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) estarão presentes ao ato para garantir segurança e manter a paz social. Parabenizou o Vereador Emerson pelo projeto de lei que visa conscientizar sobre o abuso e exploração sexual infanto-juvenil e sobre os problemas relacionados ao uso de drogas. Comentou que a necessidade de quebra molas, exigida pela população, mostra que falta conscientização sobre o trânsito. Comentou sobre o destacamento policial para o Morro do Chupé, disse que o destacamento ainda está sendo buscado. Informou que em outubro haverá formatura de novos policiais e que é preciso empenho dos representantes políticos para obter os policiais para o destacamento do Morro do Chupé, pelo menos oito. Comentou sobre a necessidade ser buscada uma parceria com a Policia Civil para que agentes estejam presentes à cidade durante o período do festejo, objetivando evitar que a PM tenha que se descolar a Balsas para conduzir presos, o que deixaria a cidade com efetivo reduzido nessas operações.


Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, o Secretário Municipal de Infraestrutura, Cobra, comentou sobre a manifestação que será realizada sobre os problemas no abastecimento de água. Disse que concorda com a manifestação do povo e que é preocupante a situação da Caema no Município. Ponderou que é preciso uma ação concreta para a solução do problema, inclusive, se for o caso, que a Caema abra mão da concessão e que a prefeitura assuma o serviço. Ponderou que é preciso investimento de cerca de cinco milhões de reais. Disse que é preciso lutar por água em abundância para o povo do município.


O encarregado pelo sistema de abastecimento de Caema, Marcos Dione, participou da sessão e disse que o problema no abastecimento de água é serio, mas que os servidores da Caema estão fazendo o que está ao seu alcance. Comentou que servidores tem evitado ficar em público devido a pressão a população. Agradeceu ao secretário de infraestrutura, Cobra, pelo apoio que o mesmo tem dado para ajudar a amenizar o problema. Disse que conversou com o novo gerente regional da Caema, João Batista, e que o mesmo disse que irá realizar ação para amenizar o problema da adutora, que rompeu 8 vezes em uma semana. Disse que ações serão feitas para melhorar o abastecimento nas áreas mais atingidas pela falta de água, com a colocação de mais registros para manobra. Disse que tem cobrado insistentemente, aos seus superiores, soluções dos problemas. Comentou sobre o problema relacionado às bombas chamadas chupa cabra, que despressurizam a rede, impedindo que a água chegue às residências da área em que estão instaladas. Informou que o Ministério Público será acionado para que tome providências contra os responsáveis respondam pelo ato ilegal. Relatou sobre problema de currais que têm água da Caema e que desperdiçam água. Comentou que se a cidade tivesse hidrômetro sobraria água. Informou que são produzidos 2.040.000 (dois milhões e quarenta mil) litros de água por dia, que o desperdício por falta dos hidrômetros ocasiona a falta de água.


Durante a Sessão Ordinária dessa segunda-feira, 19 de agosto, foi concedido espaço para a participação popular.


Murilo Carvalho falou sobre a necessidade do plano de saneamento e do plano diretor no Município. Ponderou sobre a necessidade de transparência no município e informou que fez denúncia junto ao Ministério Público sobre a falta de transparência do poder executivo municipal, no tocante ao cumprimento da lei da transparência.


Atyla Millena comentou sobre o problema no abastecimento de água da cidade. Pediu apoio dos vereadores para a busca de uma solução para o problema. Ponderou que a audiência publica sobre o abastecimento de água não surtiu efeito. Comentou que haverá uma manifestação para cobrar solução para o problema. Pediu que seja feira mudança no tapume da obra da nova sede da prefeitura, que está invadido a rua e que isso prejudica os pedestres. Pediu apoio de ronda policial próximo ao posto de saúde do Bairro São José, pois está havendo muitas brigas próximo à unidade de saúde, o que deixa o povo fica com medo de ir marcar consultas.


A câmara de São Raimundo das Mangabeiras realiza todas as segundas-feiras as sessões ordinárias, a partir das 19 horas. As sessões são abertas ao público.

Todas as quartas-feiras, a Rádio Comunitária FM Rio Neves transmite um resumo das sessões a partir das 10:30 horas. A rádio transmite na frequência 87,9 MHz, podendo ser ouvida também pela internet em www.fmrioneves.com.br

Fonte: Câmara de São Raimundo das Mangabeiras
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...