PUBLICIDADE GOV MA

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Juíza instaura inspeção em cartórios de São Raimundo das Mangabeiras e Sambaíba


As serventias extrajudiciais da comarca de São Raimundo das Mangabeiras e do termo de Sambaíba vão passar por uma inspeção judicial ordinária no dia 19 de agosto, conforme decisão da juíza de direito titular, Lyanne Brasil.

Na comarca, os trabalhos terão início às 9h e no termo, às 8h, conforme a Portaria nº 22/2016, que instaura a inspeção ordinária, publicada no Diário da Justiça Eletrônico do dia 15 de agosto.

Na Portaria, a juíza considerou a finalidade de aprimorar a prestação jurisdicional, imprimir celeridade aos serviços judiciais, bem como de esclarecer situações de fato, prevenindo irregularidades, reclamações, denúncias e faltas disciplinares.


Governo do estado inicia votação online de propostas para o orçamento 2017

Acesse o site participa.ma.gov.br e vote!
Os maranhenses têm mais uma ferramenta para garantir a participação popular na formulação de políticas públicas. Foi lançada nessa segunda-feira, 15, a votação das propostas eleitas durante as escutas territoriais do Orçamento Participativo, no momento, também foi lançado o aplicativo ‘Orçamento Participativo MA’. Com estes dois instrumentos, a população poderá votar na proposta que considerar prioritária para seu território, em diferentes áreas de interesse social.  Para o Território do Cerrado Sul, que contempla São Raimundo das Mangabeiras, estão disponíveis as seguintes propostas para votação:

1 - Construção e Manutenção do Hospital e Maternidade Regional de Alta Complexidade, com unidade de Tratamento intensiva – UTI, para atender a demanda do território, Fortalecendo a atenção básica nos municípios do território.

2- Pavimentação e Conservação das Rodovias Estaduais do território e abertura de Rodovias nos trechos de Feira Nova para Carolina, Formosa da Serra Negra a São Pedro dos Crentes, Sambaíba a Loreto, Loreto a São Félix de Balsas, firmando convênio com os municípios para abertura e conservação das estradas vicinais.

3 - Implantação de Centro de Difusão de Informação e Tecnologia em Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Agropecuária do Cerrado Sul MA (com o fortalecimento e regionalização dos serviços de pesquisa, ATER e defesa agropecuária); levantamento das sementes crioulas e incentivo à implantação de Bancos Ativos.

Na manhã desta quinta-feira, 18, quando o editor do blog votou, a proposta 01 estava ganhando, com 88,57%. A votação segue até o dia 31 de agosto, no site: participa.ma.gov.br


Municípios que integram o Território Cerrado Sul Maranhense: Alto Parnaíba, Balsas, Benedito Leite, Carolina, Feira Nova do Maranhão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Loreto, Nova Colinas, Riachão, Sambaíba, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras e Tasso Fragoso.

Votação

Para garantir a participação, o cidadão deve acessar a plataforma digital www.participa.ma.gov.br ou aplicativo Orçamento Participativo MA, que já está disponível para download na loja do Google Play para celulares e tablets com sistema operacional Android. As propostas são elencadas por área de referência e distribuídas por Território. Basta acessar a página, fazer o cadastro e votar.

Os territórios dos Cocais, Baixada Ocidental, Cerrado Amazônico, Centro Maranhense, Alto Turi Gurupi, Cerrado Sul, Médio Mearim, Baixo Parnaíba, Vale do Pindaré, Campos e Lagos, Sertão do Maranhão; Lençóis Munim; Vale do Itapecuru; Vale do Mearim; e Metropolitano elegeram propostas durante o período de escutas territoriais que aconteceram em todo o estado.

As propostas mais votadas serão priorizadas e executadas pelo Governo do estado e o ranking da votação é mostrado a cada voto. O público que mais têm participado são, em sua maioria, mulheres e que têm participação em organizações da sociedade civil e militantes dos movimentos sociais. A proposta escolhida vai constar no Orçamento Participativo de 2017 e as votações podem ser feitas até dia 31deste mês.

Escutas Territoriais

A primeira fase do processo do Orçamento Participativo 2017 foi concluída na última semana com a realização de 15 Escutas Territoriais em 15 Regiões do Estado, atingindo todos os 217 municípios maranhenses. A partir das sugestões elencadas nestes encontros foram selecionadas as propostas consideradas prioritárias a cada região. Participaram das escutas gestores públicos, representantes de associações comunitárias e a comunidade geral.

Com informações do Governo do Maranhão

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Polícia Militar prende homem com 15 porções de maconha em São Raimundo das Mangabeiras

Polícia militar, em São Raimundo Mangabeiras, prendeu nesta terça-feira, 16, após denúncia, Antônio Diano, conhecido como Mãozinha. Com o mesmo foram encontradas 15 porções de Maconha.

Mãozinha já era conhecido da polícia por ter cometido outros delitos. Ele foi levado à Delegacia de Polícia Civil do município para as providências legais cabíveis.


Com Informações e fotos da Polícia Militar de São Raimundo das Mangabeiras

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Opinião: O caminho para eleger vereadores independentes e atuantes


Por João Batista Passos

Primeiramente, este texto está sendo escrito no período eleitoral por ser uma época em que as pessoas se interessam mais por política. As contribuições a seguir não servem para esta eleição de 2016, mas podem ser uteis para as eleições de 2020 e posteriores. Sou defensor de que o ideal seria haver representação independente na Câmara de vereadores. No entanto, o cenário político de São Raimundo das Mangabeiras, e talvez da maioria das pequenas cidades, aponta para a impossibilidade disso ocorrer, uma vez que todos os candidatos a vereador fazem campanha para o candidato a prefeito do seu grupo político.

A disputa entre os grupos que disputam o cargo de prefeito faz com que o eleitor escolha o seu candidato a vereador a partir do candidato a prefeito. Primeiro, escolhe-se o candidato a prefeito, algo que a maioria já fez, e depois escolhe-se um candidato a vereador aliado do candidato a prefeito. Se não for assim, corre-se o risco do trabalho do prefeito eleito ficar engessado, caso este não consiga a maioria na câmara, pois não existem vereadores independentes, uma vez que cada um defende os interesses do seu grupo político.

Uma saída para a dualidade reinante seria alguém se dispor a criar um grupo político, ou partido, tendo por finalidade especifica disputar as eleições para a câmara municipal. Sou adepto de que esse grupo seja independente e não se alie a nenhum candidato a prefeito, deixando inclusive os candidatos a vereador livres para votarem em quem achassem melhor (algo impensável na atualidade). No caso de São Raimundo das Mangabeiras, se este grupo for formado por apenas um partido, este poderá lançar até 17 candidatos a vereador. Se o grupo for formado por mais de um partido poderá lançar até 22 candidatos através de uma coligação. A média de votos, por candidato, para que esse grupo eleja um vereador, tomando por base 14 mil eleitores, teria que ser de 75 votos, caso fossem 17 candidatos; e 58 votos, em média, caso fossem 22 candidatos.

Uma das dificuldades para esse cenário fictício se tornar realidade é a submissão existente entre os que querem disputar uma vaga na câmara e aqueles que querem disputar o cargo de prefeito. Para surgir um grupo como o proposto, seria preciso a aliança entre pessoas que não têm apego por nenhum candidato a prefeito e que estejam dispostos a unir forças em prol do projeto focado na Câmara municipal, que teoricamente é o poder mais importante, pois tem a responsabilidade de aprovar leis e fiscalizar a atuação do executivo.

Na atualidade, os vereadores aprovam o que o executivo quer e não fiscalizam de fato as ações. O que prevalece é o revanchismo entre os grupos políticos, cada um puxando brasa para a sua sardinha. Caso o prefeito não tenha maioria a coisa complica ainda mais, pois a oposição cega impede alguns avanços que seriam importantes.

O problema da submissão do poder legislativo ao executivo é algo que ocorre em todas as esferas: nas prefeituras, nos governos estaduais e no governo federal. Para piorar, nenhum partido político prima pela independência entre os poderes, o que torna essa missão ainda mais complicada, pois tem a ver com mudança de concepção política.

Outro problema que dificulta a existência de um grupo focado em eleger vereadores independentes é o fato de muitas pessoas independentes financeiramente não se importarem com política. Observo isso em muitos servidores públicos concursados e empresários. A maioria acaba se atrelando a uma liderança que quer disputar um cargo no executivo, que acaba influenciando o voto nos candidatos ao legislativo. As pessoas menos favorecidas financeiramente não têm condições de conduzirem um projeto de independência no legislativo, pois vivem devendo favores às lideranças políticas já estabelecidas, um resquício do clientelismo que ainda se mantem muito vivo. Muitos, inclusive, dependem dos “patrões” para sobreviverem.

Confesso que sou pessimista quanto à possibilidade de existir um grupo político independente, que vise eleger vereadores independentes e mais atuantes, como o proposto. O dia a dia político aponta para a permanência do que já é habitual. Geralmente, nas pequenas cidades, existem dois grupos políticos que se digladiam e se alternam no poder de tempos em tempos.

O caminho rumo à excelência nas gestões públicas é longo e passa pela mudança de postura dos indivíduos/eleitores. Passa pela conscientização/sensibilização do cidadão sobre as atribuições dos cargos públicos, sobre a importância de não existir compra de votos, clientelismo e paternalismo, mecanismos que tiram a liberdade do indivíduo, mantendo-o submisso. Até lá, continuaremos polarizados, inseguros quanto à capacidade de responsabilidade dos nossos adversários políticos, o que torna o jogo político bastante áspero.

Com ajuda do blog, familiares se reencontram após 43 anos

Da esquerda, Sirlene, Maria José, Janaína e Marcelo. Janaína ficou sem contato com a mãe e os irmãos por 43 anos.
Em março deste ano, o editor do blog, João Batista Passos, recebeu de Sirlene Bonfim, que reside no Tocantins, um pedido para que ajudasse a encontrar a sua irmã Janaína, que havia sido deixada em São Raimundo das Mangabeiras, por sua mãe Maria José, há mais de 40 anos, na casa de uma madrinha.

A imagem ao lado foi postada na página do blog no Facebook e enviada para alguns contatos no Whatsapp. Não demorou e informações sobre o paradeiro de Janaina começaram a surgir. Em poucas horas, Sirlene manteve contato com a irmã pelo WhatsApp.

No dia 23 de julho aconteceu o reencontro, na cidade de Senador La Rocque, aqui no Maranhão. “Passamos 15 dias ao lado dessa pessoa maravilhosa que é minha irmã! Amei conhecê-la. Minha mãe está muito feliz; foi muito emocionante!”, relatou Sirlene via WhatsApp.

Sirlene contou ainda que sua mãe voltará a rever a filha em novembro. “Estamos todos felizes! Minha mãe, então, está radiante de felicidade após 43 anos reencontrar a filha”.
Dona Maria, Janaína e suas filhas, Ana e Camila.
Da esquerda, Rosila, esposa do Marcelo, Dona Maria e Janaína. 

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Realizado 2º Fórum Comunitário do Selo UNICEF Município Aprovado 2013-2016 em Mangabeiras


Foi realizado nessa terça-feira, 02, em São Raimundo das Mangabeiras, o 2º Fórum Comunitário do Selo UNICEF Município Aprovado edição 2013-2016, com o tema: Eu e Meu Município Crescendo Juntos. Durante o evento, foram apresentadas as ações desenvolvidas no município, desde 2013 – no âmbito da Assistência, Educação e Saúde, incluindo esporte, cultura e lazer -, que objetivavam a obtenção do selo Município aprovado.


O fórum contou a com a presença de representantes da Secretaria de Assistência Social e Trabalho, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, de um representante do UNICEF, além de representantes do Conselho Tutelar, CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e de outras entidades públicas e da sociedade civil presentes no município.

O representante do UNICEF presente ao evento, Deilson, destacou que “o município de São Raimundo das Mangabeiras está de parabéns”, porque é um, entre 82 municípios maranhenses, que está conseguindo concluir o ciclo do selo. “Nós, do Unicef, ficamos muito felizes quando a gente chega num município e vê que o município conseguiu chegar até essa etapa”. No Maranhão, 132 municípios aderiram ao selo Unicef Município Aprovado edição 2013-2016.

O evento foi mediado por Edla Magalhães, assistente social e facilitadora do fórum. A Secretária de Assistência Social, Betânia Maia, é a articuladora o selo no município. É a segunda vez que São Raimundo das Mangabeiras concorre ao Selo Unicef Município Aprovado. Em 2012, a cidade foi contemplada com o Selo da edição 2009-2012.

Ao aderirem ao Selo Unicef Município Aprovado, os municípios assumem o compromisso de desenvolver um conjunto de Ações Estratégicas de Políticas Públicas e de Participação Social. Elas têm o objetivo de promover os direitos das crianças e adolescentes de: sobreviver e se desenvolver; aprender; proteger-se e ser protegido do HIV/aids; crescer sem violência; ser adolescente; ser prioridade absoluta nas políticas públicas; praticar esportes, brincar e divertir-se.




Fonte: Comunicação Prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Convenções definem nomes para disputar a prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras


Foram realizadas nos dias 30 e 31 de julho, sábado e domingo, as convenções que definiram os candidatos a prefeito e vice-prefeito dos dois grupos políticos de São Raimundo das Mangabeiras para as eleições 2016, além da indicação dos nomes para a disputa pelas vagas na Câmara municipal. No sábado, Rodrigo Coêlho (PCdoB) foi indicado como candidato a prefeito e Junior Batateira (PSB) como vice-prefeito; No domingo, Ítalo Cardoso (PSDB) como candidato a prefeito e Franco Carvalho  (PTN) como vice-prefeito.

A campanha eleitoral 2016 terá no dia 16 de agosto. Até lá, os partidos realizarão os registros das candidaturas e se prepararão para o inicio da campanha.

Este ano as eleições têm novas regras, uma delas limita os gastos de campanha. Em São Raimundo das Mangabeiras, o valor máximo que os candidatos a prefeito poderão gastar será de R$ 277.236,40. Cada candidato a vereador poderá gastar até R$ 10.803,91. São Raimundo das Mangabeiras possui 14.592 eleitores aptos a votarem nestas eleições.
 
Acompanhe o calendário eleitoral 2016 no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ou faça o download do calendário AQUI.

Convenção no dia 30 de julho definiu o nome de Rodrigo Coêlho como candidato
 a prefeito e Junior Batateira como vice-prefeito.

Convenção no dia 31 de julho definiu o nome de Ítalo Cardoso como candidato
 a prefeito e  Franco Carvalho
 como vice-prefeito.
Leia Também:

Candidatos a prefeito de Mangabeiras poderão gastar até 277 mil reais na campanha

Pesquisa analisa intenção de votos para prefeito em São Raimundo das Mangabeiras


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Corpo em estado de decomposição é encontrado em São Raimundo das Mangabeiras



O corpo de Sérgio Marques da Silva, de 36 anos, conhecido como “Sérgio do Leocádia”, foi encontrado na manhã desse domingo, 24, em um matagal próximo ao bairro Palmeiras, em São Raimundo das Mangabeiras. Sérgio residia no Bairro São José e estava desaparecido desde quarta-feira, 20. O corpo tinha uma perfuração ocasionada por arma branca. Um suspeito,  que não teve sua identidade revelada, foi conduzido à delegacia e foi liberado após ser ouvido.

Segundo populares e familiares, Sérgio foi visto pela última vez em companhia do suspeito, nas proximidades do ocorrido. Foi encontrado no local do crime, pela irmã da vítima, um boné, que segundo ela é desse suspeito. A delegacia de polícia civil investigará o caso.


Com informações e fotos do site Diário de Balsas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...