quinta-feira, 15 de março de 2012

Professores de São Raimundo das Mangabeiras e Sambaíba aderem à paralisação nacional da educação

Os professores das redes municipal e estadual em São Raimundo das Mangabeiras aderiram à paralisação nacional dos educadores que acontece desde quarta feira, dia 14, e vai até sexta feira, dia 15. No municipio vizinho, Sambaíba, apenas os professores da rede municipal aderiram à paralisação, que tem como revindicações: o cumprimento do piso nacional da educação, plano de carreira e destinação de 10% do PIB (Produto Interno Bruto) para a educação.

Na quarta feira, dia 14, professores dos dois municípios se reuniram em frente ao Centro de Ensino São Raimundo Nonato, em São Raimundo das Mangabeiras.

Professores de todo o Brasil participam da paralisação. A greve é organizada, no Maranhão, pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinproesemma).

Professora Edinalva Solino e o Professor Felix Resplandes, presidente do núcleo sindical do Sinproesemma em São Raimundo das Mangabeiras.

Professores de São Raimundo das Mangabeiras e Sambaíba participaram da primeira noite de Manifestação

O presidente do Sinproesemma em São Raimundo das Mangabeiras, Felix Resplandes, fala durante ato da paralisação nacional dos professores realizado no município.

Professora Ana Zefinha, de São Raimundo das Mangabeiras, fala durante ato da paralisação nacional dos professores realizado no município.   


sábado, 10 de março de 2012

Inaugurada unidade do SAMU em São Raimundo das Mangabeiras

As cidades de Balsas e São Raimundo das Mangabeiras, no sul do Maranhão, inauguraram, nesta sexta feira, 09, unidades do SAMU (Serviço Móvel de Urgência). Em Balsas, três ambulâncias darão suporte a população, sendo uma de suporte avançado (USA); em São Raimundo das Mangabeiras, a população será atendida por duas ambulâncias de suporte básico (USB). Para ser atendido pelo serviço, o cidadão deve ligar 192, a ligação será atendida pela regulação de Imperatriz, que encaminhará a solicitação à unidade mais próxima.

O coordenador Regional do SAMU de Imperatriz, Weverton Augusto, participou das inaugurações das unidades nos dois municípios, para ele o SAMU é um grande beneficio para a comunidade, mas, no entanto, é preciso que o serviço seja usado com responsabilidade, ele citou os trotes como problema.

“Nós sabemos que o trote é um problema sério, porque não se pode brincar com o serviço da importância que é o SAMU. Nós orientamos que os pais estejam bastante atentos em relação as crianças, que é muito comum criança usar o aparelho telefônico para passar trote, isso ocupar as linhas de emergência indevidamente, as vezes quando esse trote é um trote convincente é mobilizado uma ambulância, que é um recurso público, que é um bem que tem que está disponível para atender situações reais de urgência”.

O Ministério da Saúde só começa a repassar os recursos para o custeio mensal do serviço após o cumprimento de critérios técnicos e com o pleno funcionamento do serviço.

“Hoje eu vejo toda uma situação concretizada. Não é fácil, até teve uma reportagem no Jornal Nacional (Globo) que tinha municípios paulistas devolvendo SAMU porque não tinha condição de bancar, mas Mangabeiras tem condição de bancar sim e tudo o que eu puder fazer para melhorar a vida do cidadão mangabeirense, nós não vamos medir esforços”, disse o prefeito Francismar Carvalho (PMDB), que informou também que Mangabeiras quase perdeu as ambulâncias, mas que um problema na documentação foi solucionado a tempo.

Em São Raimundo das Mangabeiras, o serviço vai começar a funcionar de fato no dia 16 de março. Ao todo, 21 profissionais irão trabalhar na unidade, que funcionará 24h. O serviço irá cobrir também os municípios de Sambaíba, Loreto e São Felix de Balsas, mas para isso, ainda falta ser celebrando um pacto entre os municípios.

Em Balsas,o serviço já está funcionando. O coordenador regional do SAMU, informou que nos próximos dias a unidade de Carolina também entrará em funcionamento. Outra cidade que também terá uma unidade em funcionamento nos próximos meses será Alto Parnaíba.

A central de regulação de Imperatriz cobre uma população de mais de 600 mil pessoas nos seguintes municípios: Imperatriz, Sítio Novo, Cidelândia, São Pedro da Água Branca, Vila Nova dos Martírios, Açailândia, Buriticupu, Balsas, Carolina, Alto Parnaíba, Itinga do Maranhão e São Raimundo das Mangabeiras.

A central de regulação é quem autoriza as equipes a prestarem determinado atendimento e determina também para qual unidade de saúde o paciente será encaminhado, caso seja necessário.

Serviço de Atendimento Móvel às Urgências (SAMU 192) 

Ao discar o número 192, o cidadão estará ligando para uma central de regulação que conta com profissionais de saúde e médicos treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone. São estes profissionais que definem o tipo de atendimento, ambulância e equipe adequados a cada caso. Há situações em que basta uma orientação por telefone. O SAMU atende pacientes na residência, no local de trabalho, na via pública, ou seja, através do telefone 192 o atendimento chega ao usuário onde este estiver.

A equipe presta atendimento no menor tempo possível já no local, ainda fora do ambiente hospitalar, salvando vidas e diminuindo sequelas. O programa oferece o direcionamento para o serviço mais próximo e adequado, assim a equipe que está na ambulância ganha tempo (diminui o tempo/resposta), o que é crucial em emergências.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...