sábado, 18 de janeiro de 2014

Ano letivo de 2014 terá início nesta segunda-feira; Secretária Teresinha Brito concedeu entrevista à Rádio FM Rio Neves

As aulas da rede municipal de ensino de São Raimundo têm início nesta segunda-feira, 20. Nesta sexta-feira,17, a secretária de Educação, Professora Teresinha Brito, concedeu entrevista à Rádio Comunitária FM Rio Neves, onde deu boas vindas ao ano letivo aos alunos, pais e servidores da educação. Além das boas vindas, Teresinha falou da importância da parceria entre governo, escola e família para o bom andamento da educação e falou das ações planejadas pela gestão municipal para educação em 2014.

“Continuamos trabalhando para que a qualidade de ensino avance cada vez mais. Temos certeza que, com o trabalho, competente e comprometido, de todos que fazem a educação municipal, iremos elevar nossos índices a patamares desejados por todos nós”, disse Teresina, enfatizando a importância da dedicação de todos os envolvidos na educação.

Dentre as ações que serão implantadas ou continuadas em 2014, Teresinha falou que todos os alunos da rede municipal, “da cidade e do campo, do fundamental e do infantil”, receberão o uniforme escolar.

“A novidade para 2014 também, é que a educação infantil, pela primeira vez na história da educação de Mangabeiras, receberá livros para desenvolver suas atividades em sala de aula, e adquiridos com recursos da educação municipal”, disse.

A secretária anunciou que este ano as férias serão de 12 de junho a 13 de julho, em virtude da Copa do Mundo de Futebol. Essa é uma diretriz proposta pelo Ministério da Educação.

“Eu estou adiantando isso para que todos os pais, professores, famílias, comecem a se reprogramar. As férias devem se iniciar no dia 12 de junho, quando [acontece] a abertura da copa e o primeiro jogo do Brasil, e termina no dia 12 de julho, que é o final da copa do mundo, e as aulas começam no dia 14 de julho”.

Teresinha disse também que novas carteiras devem chegar às escolas até o mês de maio. Ela destacou que existe a expectativa de que a creche municipal, que está em construção, tenha suas atividades iniciadas este ano.

“Nossos alunos de creche terão seu espaço criativo, alegre, feliz, todo programado para atender as necessidades de crianças de 0 a 3 anos, se tivermos uma creche social. Se tivermos uma creche escolar, ela deve contemplar a assistência a crianças de 2 e 3 anos, que é o maternal I e II”, destacou.

Quanto à redução da carga horária dos professores em sala de aula, prevista na lei do piso nacional (11.738/2008), Teresinha anunciou que os professores do fundamental menor, do 1º ao 5º ano, terão uma “considerável” redução da carga horária em sala de aula ainda este ano. Teresinha disse que, desde agosto de 2013, os professores do fundamental maior, do 6º ao 9º ano, tiveram a carga horária reduzida.

Em São Raimundo das Mangabeiras, os professores são efetivados para 20 horas semanais. Pela lei, explicou Teresinha, o professor deve ficar 1/3 da carga horária fora da sala de aula para atividades que ele, atualmente, leva para casa, como: “atender os pais, elaborar projetos, fazer correções, elaborar provas, preparar melhor suas aulas, estudar, compartilhar experiências..., porque, principalmente, o professor de 1ª a 4ª não tinha tempo nenhum, porque ele dava todas as aulas de todos os dias da semana”.

“Estamos elaborando para 2014, para os professores de 1º ao 5º ano, não 13 [horas], ainda, mas 14”, disse Teresinha, sendo que os professores com carga horária reduzida ficarão com 7 horas.

Pelas estimativas da secretaria, serão necessários em torno de mais 40 profissionais para suprir a necessidade quando a redução for totalmente adequada à lei. Além disso, a rede municipal está recebendo este ano as ultimas salas do ensino fundamental da escola estadual São Raimundo Nonato, que passará a ofertar somente o ensino médio.

“Estamos vendo que, no momento, sem concurso que abrace a capacidade de profissionais que nós vamos ter que ter, mais de 40 deverão entrar na rede para poder suprir [a redução da carga horária em sala de aula de cada professor]”, destacou Teresinha, dizendo que será um “impacto grande para a folha de pagamento”. Segundo Teresinha, provavelmente ainda este ano será necessário fazer concurso público para suprir essas vagas.

Tríduo Pedagógico

Teresinha Brito informou que nos dias 29, 30 e 31 de janeiro as aulas serão suspensas, pois será realizado o Tríduo Pedagógico.

“É aquele momento educativo, aquele momento em que a gente se junta para refletir sobre a nossa prática, para propor novas ideias, para orientar melhor como será o trabalho nas escolas no ano de 2014. Só que o aluno não terá prejuízo, a suspensão é para o professor trabalhar em prol dos seus alunos. A nossa aula inaugural, que seria no dia 22, passou para o dia 20, justamente porque nós íamos precisar desses três dias, lá na frente, para que nosso professor participe efetivamente deste grande momento de riqueza pedagógica para a sua vida magisterial”, destacou Teresinha.

Programas

Teresinha disse que todos os programas desenvolvidos em 2013 terão continuidade em 2014, como: PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa); PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência), realizado em parceria com a Policia Militar; MAIS EDUCAÇÃO, que possibilita aos alunos desenvolverem atividades com música, dança, esporte, dentre outros, e que será desenvolvido na escola Don João Bosco.

Teresinha destacou também o programa “FERA” (Feira de Arte Estudantil), programa próprio da secretaria.

“O FERA, que é outro grande programa do governo Francismar Carvalho, puramente municipal, enfatizará, trabalhará este ano, com o esporte, já que nós tivemos essa honra de sediar a copa do mundo de 2014. Junto ao FERA, nós teremos o programa Atleta na Escola e o programa Segundo Tempo, que é também ligado ao Mais Educação e que será desenvolvido este ano nas escolas que tiveram Mais Educação em 2013”.

Outro programa desenvolvido é o “Se Liga”, programa do governo do estado, que trabalha com atenção à leitura.

Quanto aos programas, Teresinha disse que é fundamental o acompanhamento dos pais “para que eles possam comprovar que avanço os filhos estão tendo, que melhoria esses programas estão conseguindo fazer na vida dessas crianças e desses adolescentes”.

“Se a gente não firma essa parceria [entre] governo, família e escola, tripés necessários para o desenvolvimento educacional, nós vamos ter ai um lado que cai, um lado que fica penso, um lado que deixa a desejar. Nós estamos chamando esses três lados, para sermos fortes no sentido de dar às nossas crianças o que elas necessitam para a vida, que é uma educação de qualidade”, disse Teresinha.

Entrevista foi concedida ao programa Memórias de Mangabeiras, apresentado por João Batista Passos.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...