terça-feira, 1 de novembro de 2011

Boate Visual Dance será demolida

A prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras 
acabou com o impasse envolvendo a permanência ou não, da boate “Visual Dance”, construída na praça do mercado, no centro da cidade. A prefeitura negociou com os usuários do local e ficou acertado que eles receberão, assim como os outros donos de bares da praça, um ponto comercial (bar) padronizado. A informação foi divulgada nesta segunda feira, 31, em sessão ordinária da câmara municipal, pelo vereador Julio da Foto Layser (PRB) e por Rodrigo Coelho, controlador geral do município.

A polêmica teve inicio com a reforma da praça, que passa por uma obra de revitalização desde o dia 3 de outubro. A demolição do prédio pode acontecer ainda esta semana.

A prefeitura havia pedido ao corpo de bombeiros e ao CREA que realizasse vistoria no prédio. O corpo de bombeiros fez vistoria no dia 14 de outubro e constatou que irregularidades verificadas em 2009 não haviam sido sanadas. A boate tinha problemas na saída de emergência, o corrimão da escada não é o ideal, os degraus são desiguais e a instalação elétrica não é adequada.

Os vereadores Felix Resplandes (PC do B) e Emir Alencar (PSD) levantaram a polemica e defenderam que a boate fosse demolida. Para os vereadores, alem da boate está localizada em praça pública ela não apresenta condições que garanta a segurança dos seus frequentadores. Para eles o novo projeto arquitetônico também fica prejudicado se a boate for mantida.

Nesta segunda feira, Felix Resplandes disse que a prefeitura demorou em tomar uma decisão.

“Eu estou indignado com esse atraso, com essa lentidão de tomada de decisão. Eu, se eu fosse prefeito, a Visual Dance não existia mais ali”.

A reforma da praça está sendo feita através de convênio com o governo federal e é orçada em mais de R$ 900.000,00 (novecentos mil reais).


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...