quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Análise: Flávio Dino reúne lideranças políticas opositoras em São Raimundo das Mangabeiras

 Por João Batista Passos

Este texto é uma breve análise que faço do cenário político municipal, à luz da grande chance de vitória do candidato Flávio Dino. Portanto, o texto é uma colaboração para o debate político local, que, inclusive, precisa ser mais ativo e sem paixões cegas.

O candidato a governador Flávio Dino esteve nesta quarta-feira, 01, em São Raimundo das Mangabeiras. Flávio chegou por volta das 11 horas da manhã e ficou menos de uma hora na cidade, onde fez uma rápida caminhada, acompanhado de várias lideranças políticas do município, inclusive opositores históricos. A caminhada encerrou em frente ao Clube Recreativo Mangabeirense onde Flávio Dino, Roberto Rocha – candidato a senador –, Carlos Brandão – candidato a vice-governador – e lideranças locais fizeram breves discursos.

A visita de Flávio Dino ocorre na reta final de uma campanha na qual ele é favorito para vencer no primeiro turno, como indicam as pesquisas. A campanha 2014 pode representar não apenas uma mudança de grupo político no Palácio dos Leões (sede do governo estadual), mais também a concretização de uma nova forma de fazer política, onde a força das lideranças é ditada pelos anseios do povo e não o contrário, onde as lideranças ordenam e o povo obedece. Esse fato é comprovado pela dificuldade que diversos prefeitos estão enfrentando para fazer campanha em favor do candidato da “Oligarquia Sarney”, Lobão Filho.

Flávio Dino conseguiu um fato interessante para a conjuntura política local, pois reuniu no mesmo palanque lideranças que são oposição no município. Flávio conta com o apoio do grupo político de Ítalo Cardoso, dos vereadores: Felix Resplandes, Emir da Cerâmica, Irmão Leonardo, Júlio da Foto Layser, Jessé Resplandes, Nonato Brito e Professor Edivaldo; de Rodrigo Coelho, Junior Batateira, Mano Batateira, Aldecy Pereira, membros do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e diversas outras lideranças das mais diversas áreas, incluindo professores e profissionais liberais.

O fato de Flávio Dino reunir lideranças antagônicas no mesmo palanque não significa um passo insensato destas lideranças. É preciso entender que elas buscam proximidade com o futuro governador, o que poderá significar apoios para as próximas eleições municipais, e que, para isso, pontes políticas precisam ser feitas. Com isso, para manter a disputa local, os grupos políticos focam suas campanhas nos candidatos a deputado, principalmente Deputado Estadual.


Lideranças com os pés em 2014 e os olhos em 2016

Considero importante destacar uma diferença importante que observo entre os dois grupos políticos que disputam o poder no município. O grupo político de Ítalo Cardoso é caracterizado por uma forte hegemonia, é um grupo unido e seus membros se consideram uma grande família, disposta a se manter unida em qualquer momento. Por outro lado, o grupo do prefeito Francismar Carvalho é o inverso, é heterogêneo, que conta com diversas lideranças políticas, cada uma buscando se destacar e se fortalecer. O grupo de Ítalo Cardoso é mais fácil de administrar, por isso caminha para ter êxito na sua campanha para o Deputado estadual Edilázio Júnior. O grupo de Francismar Carvalho é o oposto, não é fácil de administrar e, por isso, muitas lideranças decidiram trilhar seus próprios caminhos nas eleições deste ano, apoiando diversos candidatos a deputado estadual. Não se sabe ao certo, mas talvez tenha faltado um pouco de articulação para manter o grupo unido, pelo menos em torno do candidato a deputado estadual. A meu ver, as diferenças encontradas no cenário de uma disputa estadual pode não significar o mesmo em uma disputa municipal, por isso, a eleição deste ano poderá não ter muito impacto nas eleições de 2016. Caberá às duas principais lideranças, ítalo Cardoso e Francismar Carvalho, analisarem muito bem o cenário após as eleições para traçarem suas estratégias para o futuro.

O cenário municipal segue a tendência estadual, onde o povo não quer que o grupo Sarney continue no poder e caminha para eleger Flávio Dino no primeiro turno. Quanto às lideranças, acredito que todas estão cômodas com suas escolhas e estratégias. Vamos a algumas suposições que considero interessantes quanto ao cenário para governador, levando em consideração a vitória de Flávio Dino. Para o prefeito Francismar Carvalho, já existem pontes para um governo de Flávio Dino, pois muitos do seu grupo apoiam Flávio, incluindo os secretários: Junior Batateira, Rodrigo Coelho e Aldecy Pereira, além dos vereadores Felix Resplandes, Júlio da Foto Layser e Emir da Cerâmica. No caso de Ítalo Cardoso, a vitória de Dino o mantem próximo do governo, o que poderá render apoio mais direto para a disputa municipal.

Portanto, em todo caso, a eleição de Flávio Dino não trará prejuízo a nenhum dos grupos políticos locais, todos poderão ser beneficiados, principalmente o povo, que tende a não olhar para a disputa local na hora de votar para governador, senador e presidente. As lideranças que decidiram seguir seus próprios caminhos poderão sair fortalecidas da disputa, ou não.

Quem apoia quem

Quanto à disputa para presidente, em cada grupo existem eleitores dos três principais candidatos: Dilma, Marina e Aécio. Outras lideranças locais apoiam outros candidatos a deputado, no entanto, fazem campanhas mais modestas.

Ítalo Cardoso/grupo Cardoso, incluindo os vereadores Jessé, Edivaldo e Nonato - Deputado Estadual: Edilázio Junior; Deputado Federal: Trinchão; Senador: Gastão Vieira*; Governador: Flávio Dino.

Vereador Irmão Leonardo - Deputado Estadual: Enoque Mota; Deputado Federal: Chico Coelho; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino.

Vereador Emir da Cerâmica - Deputado Estadual: Enoque Mota; Deputado Federal: Chico Coelho; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino.

Vereador Júlio da Foto Layser - Deputado Estadual: Enoque Mota; Deputado Federal: Chico Coelho; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino.

Vereador Felix Resplandes - Deputado Estadual: Márcio Manga; Deputado Federal: Rubens Junior; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino.

Rodrigo Coelho - Deputado Estadual: Rogério Cafeteira; Deputado Federal: Rubens Junior; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino.

Junior Batateira - Deputado Estadual: Rogério Cafeteira; Deputado Federal: Sarney Filho; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino. Mas, ele está recomendado também votos para Enoque Mota e Chico Coelho.

Mano Batateira - Deputado Estadual: Enoque Mota; Deputado Federal: Chico Coêlho; Senador: Roberto Rocha; Governador: Flávio Dino.

Francismar Carvalho e outras lideranças do seu grupo, incluindo os vereadores Cobra e Alessandra - Deputado Estadual: Rogério Cafeteira; Deputado Federal: Sarney Filho; Senador: Gastão Vieira; Governador: Lobão Filho.

Por fim, na minha visão, a fragmentação dos grupos políticos em várias lideranças é algo muito positivo para o avanço democrático, pois torna mais difícil a velha política do coronelismo, onde uma única pessoa dita as regras.

 
Veja fotos da visita de Flávio Dino ao Município, clicando abaixo.


Obs.: O Blog Memórias de Mangabeiras está aberto à publicação de textos opinativos, relacionados a São Raimundo das Mangabeiras. Os autores interessados podem entrar em contato com João Batista Passos, pelo Facebook (AQUI). Textos opinativos só serão publicados com a devida identificação do autor.

* corrigido em 06/10/2014 23:50h. Antes estava publicado que o grupo de Ítalo Cardoso apoiava Roberto Rocha, quando na verdade apoiou Gastão Vieira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...