sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Abate de animais para comercialização voltam a ser realizados em São Raimundo das Mangabeiras

Fonte: Comunicação Prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras

Os abates de animais para comercialização em São Raimundo das Mangabeiras foram liberados nesta quinta-feira, 13, com o a liberação do Matadouro do senhor “João do Tigre”. O matadouro passou por adequações e inspeções da AGED (Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão), órgão que interditou todos os matadouros do município nos dias 16 e 17 de setembro. O funcionamento do matadouro teve o aval do Promotor de Justiça, Renato Ighor, durante uma reunião, nesta quinta-feira, que contou com a presença do prefeito Francismar Carvalho; dos fiscais agropecuários da AGED: Jaerth Coutinho Rodrigues e Karlos Yuri Fernandes Pedrosa; do senhor João do Tigre, dentre outros. A previsão é que os abates reiniciem nesta sexta-feira, 14.

Além dos investimentos na estrutura do matadouro, o senhor “João do Tigre” adquiriu um veiculo adaptado para o transporte da carne até os pontos de venda. Para que seja feito o abate, o matadouro contará com a supervisão de um veterinário. Outros matadouros também passam por adequações e poderão se liberados pela AGED após as devidas inspeções.


O prefeito Francismar Carvalho vinha acompanhando a situação de perto, buscando intermediar com a AGED e o Ministério Público uma solução para reestabelecer o abate de animais para comercialização no município. Esse trabalho possibilitou que os proprietários dos matadouros interditados fossem autorizados reforma-los. O prefeito continua buscando recursos para a construção do matadouro público do município. Em uma TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com o Ministério Público, o prefeito se comprometeu em construir o matadouro no prazo de 18 meses, podendo este prazo ser prorrogado por mais 180 dias. Ainda este mês está prevista a ida do prefeito a Brasília onde, dentre outros compromissos, se reunirá com o Deputado Federal Sarney Filho na tentativa de conseguir uma emenda parlamentar para o matadouro.

O prefeito havia conseguido um convênio com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação no valor de R$ 474.516,00 para construção de uma Unidade Didática de Processamento de Carne no município, mas, devido a mudanças no Ministério, o convênio foi cancelado, atrasando ainda mais a solução deste antigo problema do município.

A recomendação para as fiscalizações, e consequente interdição dos matadouros, foi feita pelo Ministério Público após a promotoria de justiça receber um abaixo-assinado, de moradores de um dos bairros da cidade, que denunciava problemas com um matadouro próximo.
Prefeito Francismar Carvalho assina documentos necessários à liberação do matadouro do senhor João do Tigre, observado pelo fiscal da AGE, pelo promotor de Renato Ighor e por servidor do Ministério Público.

O Senhor João do Tigre assina documentos necessários à liberação do seu matadouro.

Reunião realizada nesta quinta-feira, 13, na promotoria de justiça de São Raimundo das Mangabeiras, permitiu a liberação do matadouro do Senhor João do Tigre, o primeiro liberado a abater após a interdição dos matadouros pela AGED.

Estrutura interna do matadouro do Senhor João do Tigre.

Veículos adquirido pelo senhor João do Tigre para o transporte da carne até os pontos de venda.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...