terça-feira, 26 de setembro de 2017

CRAS de Mangabeiras inicia Oficina de Cabeleireiro; 60 mulheres estão sendo beneficiadas


Foi realizado nesta segunda-feira, 25 de setembro, o lançamento de uma Oficina de Cabeleireiro no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de São Raimundo das Mangabeiras. Cerca de 60 pessoas estão sendo beneficiadas com a ação. A oficina é ministrada por Tia Rose, cabeleireira com experiência em cursos na área, e terá duração de cerca de dois meses, com encontros duas vezes por semana.


A Primeira-dama do Município, Elmorane Coêlho, representou o Prefeito Rodrigo Coêlho no lançamento da ação e destacou que a oficina ajuda a dar condições para que os beneficiados possam gerar renda para suas famílias através do seu próprio trabalho. “É o Governo do Povo agindo, passo a passo, em cada setor, dando valor ao que a pessoa precisa para se tornar melhor, para ter autoestima, mas, principalmente, para ter condições de sobreviver e de sustentar dignamente a sua família”, enfatizou.

A Coordenadora do CRAS, Betânia Sandes, ressaltou que a oficina proporciona mais oportunidades de trabalho às participantes. “Mais uma ação do nosso Governo do Povo, que está dando essa oportunidade para 60 mulheres, para se profissionalizarem e melhorarem a sua renda”, disse, esclarecendo que um dos critérios para participar do curso é estar inserido no Cadastro Único (CadÚnico) e que muitas das participantes também são beneficiárias do Bolsa Família.

Lineia Costa, Secretária Municipal de Assistência Social, enxerga a oficina como uma oportunidade para que as famílias atendidas possam ser mais independentes financeiramente. “A expectativa é que essas famílias realmente tenham um apoio, tenham uma renda a mais para a sua sobrevivência. Essa é a grande responsabilidade social que o nosso prefeito e sua esquipe têm”, ressaltou.

Tia Rose agradeceu a oportunidade de ministrar a oficina no Município, reforçando que o mesmo pode ajudar na transformação de vidas. “Elas vão realmente aprender o oficio de ser cabeleireira, essa profissão que transforma não só a vida social, como também a econômica, ou seja, vamos ensinar essas mulheres a ganharem dinheiro”, ponderou.

Maria Cicinata, lavradora, moradora do Bairro Primavera, disse estar otimista com a ação. “Eu não tenho emprego e espero em Deus que eu tenha o meu próprio negócio, que eu saia [da oficina] com sucesso. Estou animada e vou até o fim, em nome de Jesus”, disse.

O lançamento da oficina contou também com a presença do Assistente Social do CRAS, Júlio da Foto Layser, e da Assessora Rayelli Oliveira.

A Gestão Municipal acredita que os investimentos em políticas públicas que garantam mais oportunidades de trabalho e autonomia, a exemplo da oficina de Cabeleireiro, ajudam no desenvolvimento econômico e social, garantindo aumento da renda e da qualidade de vida dos munícipes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...