sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Policia investiga suposto suicídio em Mangabeiras (MA); Corpo da vítima será exumado

A polícia civil em São Raimundo das Mangabeiras (MA) está investigando o suposto suicídio de Adriano Carreiro Chequim, de 33 anos, encontrado morto no dia 02 de setembro em sua residência, na Fazenda Torre, no município. A justiça autorizou e o corpo de Adriano deve ser exumado nos próximos dias. Está sendo aguardado na cidade, peritos vindos de São Luis para conduzir o processo de exumação.

O delegado Jean Charles, que investiga o caso, disse está investigando um suicídio. “As investigações estão sendo feitas, estou aguardando a pericia vir de São Luis pra esclarecer os pontos que tiverem divergências, que tiver obscuro. Eles (peritos) vão preparar um laudo, vão fazer o exame cadavérico dele e ai a gente vai esclarecer o fato em si... A gente está trabalhando realmente com a hipótese, que nos foi apresentada desde o primeiro momento, que é a hipótese de suicídio”, disse o delegado acrescentando que várias pessoas “já foram ouvidas”, incluindo os policiais que foram na ocorrência.

O delegado tem 30 dias para preparar o inquérito, prorrogável por mais 30, caso nem tudo seja esclarecido.


Corpo da vítima tem vários ferimentos de faca

O Caso


Segundo as primeiras informações do caso, em depoimento à policia, a esposa da vítima, Djane Costa Ferreira disse que Adriano cometeu suicídio. Ela contou à policia que viu Adriano tentando cortar os pulsos, por volta das 04h40min da manhã do dia 02 de setembro e, ao tentar conversar com ele, este lhe ordenou que saísse do quarto e assim o fez, e foi para a sala onde ficou assistindo TV. Passado cerca de uma hora olhou por baixo da porta do quarto e percebeu que havia sangue, foi quando ligou para sua irmã Luciana, por volta das 05h30min, que por sua vez avisou a Policia.

Adriano foi encontrado no quarto do casal entre 2 facas, sem roupa e com ferimentos no pulso, pescoço, tórax e pé esquerdo. Segundo a PM não havia sinais visíveis de luta corporal.

As famílias, tanto de Adriano como da viúva, Djane, estão acompanhando as investigações por meio de advogados.

A famíliares de Adriano, em comentários postados na internet, no site da Radio Boa Notíicia de Balsas(MA), cobram uma investigação apurada do caso.

Walnira Chequim ( prima de Adriano ) 
“queremos saber mais noticia desse suposto suicidio, como q a esposa vê o marido se matando e não liga imediatamente para a policia, que pessoa fria. Cade a policia desse municipio que não age imadiatamente”.

Marilene sou prima de Adriano
“moro no Paraná e trabalho na delegacia de Policia civil
da minha cidade, como pode os PM tirar o corpo do local sem chamar o IML para fazer a pericia,tudo muito estranho, o que a PM tem a falar sobre isso? será que eles pode fazer isso tirar o corpo do local?
manda a resposta por favor……………”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...