quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Rodrigo Coêlho participa do “Seminário Novos Gestores”, promovido pela CNM em Brasília


 O prefeito eleito de São Raimundo das Mangabeiras, Rodrigo Coêlho, participa em Brasília do “Seminário Novos Gestores 2017-2020”, promovido CNM (Confederação Nacional dos Municípios). O evento com os prefeitos do Nordeste teve início nesta quarta-feira, 09, e segue até sexta-feira, 11, no CICB (Centro Internacional de Convenções do Brasil).

Em Sua página do Facebook, Rodrigo afirmou que o evento possibilita aprimorar “os conhecimentos em gestão para que sejam aplicados os recursos públicos de forma correta no intuito de maximizar a sua aplicação nos serviços à população de nosso município”


Rodrigo destacou ainda encontro com prefeitos eleitos da região durante o evento, como: Marfran Bringel (Loreto), Márcio Pontes (São Felix de Balsas), Roberth Bringel (Tasso Fragoso), Tiago Dantas (Feira Nova do Maranhão) e Crisógono Vieira (Riachão), além do prefeito eleito de Caxias, Fábio Gentil.

Prefeitos eleitos buscam informações para aumentar receita em stand de Finança


Além das palestras do evento, os prefeitos têm a oportunidade de obterem conhecimentos que possibilitem o aumento da arrecadação municipal, no stand de Finanças, onde os especialistas da CNM apresentam algumas ações simples que podem ser adotas pelos prefeitos para alcançar tal objetivo.

As técnicas da área financeira da entidade, Fabiana Santana e Thalyta Alves, contam que desde o início da semana, mais de 600 prefeitos já passaram pelo stand, e muitos deles receberam um panorama com a previsão de transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para 2017 e com diversos outras estimativas de receita. Como por exemplo, a arrecadação atual dos Impostos Sobre Serviços (ISS), Territorial Rural (ITR), sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e de Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos (ITBI).

No caso do IPTU, a Prefeitura pode promover um recadastramento de imóveis e atualizar a Planta Genérica de Valores (PGV). Já no ITR, se houver considerável quantidade propriedades contribuintes, assinar o convênio com a Secretaria da Receita Federal (SRF) para receber 100% da verba. Para aqueles que já possuem o convênio com a Receita e fazem à fiscalização do ITR, a dica para aumentar a arrecadação é atualizar o Valor da Terra Nua.

“Quem tem área rural grande com potencial de arrecadação deve efetivar o convênio, porque está perdendo receita”, alertam as especialistas na CNM. Outras alternativas apresentadas a alguns Municípios são: a possibilidade de aumentar o repasse do FPM, por meio da participação populacional, e convênio com Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa para inscrição de contribuintes inadimplentes.

Saiba mais sobre o seminário novos gestores no site da CNM


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...