segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

São Raimundo das Mangabeiras recebe médica cubana do Programa Mais Médicos

Da esquerda: Maria José, Charlis Maia e Days Cel
Fonte: Prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras

Foi recepcionada neste domingo, 08, em São Raimundo das Mangabeiras, a médica cubana Days Cel, do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. A médica foi recepcionada na Unidade Mista de Saúde São Raimundo Nonato com um café da manhã. Estavam presentes, servidores da secretaria de saúde, membros do governo municipal, dentre eles o vice-prefeito Charlis Maia e a secretária de Saúde Maria José, além de vereadores e representantes da sociedade civil.

O vice-prefeito Charlis Maia desejou boas vindas à médica em nome do prefeito Francismar Carvalho, que não pôde participar da recepção devido a outros compromissos.

“Você já está nos conquistando com o seu lado emotivo… Seja bem vinda aqui no nosso meio e agradecer por você ter vindo de tão longe, deixar seus pais, seus familiares e chegar até aqui pra dar um pouco de si para nós. Nós somos gratos com isso e eu quero que você se sinta na sua própria casa”, disse o vice prefeito Charlis Maia.

Days disse estar “emocionada e agradecida” pela recepção. Ela contou que tem experiência em saúde preventiva, tendo trabalhado por três anos na Venezuela.

“Estou disposta a trabalhar onde vocês (secretaria) disserem, para ajudar as pessoas mais necessitadas”, disse.

O Programa Mais Médicos

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais.

Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de municípios com maior vulnerabilidade social e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), o Governo Federal busca garantir mais médicos para o Brasil e mais saúde para a população.

A iniciativa prevê também a expansão do número de vagas de medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil.

Remuneração

Segundo o ministério, os profissionais do programa recebem bolsa de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo. Os municípios ficam responsáveis por garantir alimentação e moradia aos selecionados. “Como definido desde o lançamento, os brasileiros têm prioridade no preenchimento dos postos apontados e as vagas remanescentes são oferecidas aos estrangeiros”, informou o Ministério da Saúde.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...