segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Delegado de São Raimundo das Mangabeiras é encontrado morto em Teresina


Alex Aragão Melo, Delegado da Polícia Civil do Maranhão, lotado em São Raimundo das Mangabeiras, foi encontrado morto neste domingo, 10, na sua residência na cidade de Teresina-PI. Alex estava atuando na delegacia de São Raimundo das Mangabeiras há quase três meses, segundo informações coletadas na delegacia. A suspeita é de suicídio.

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão (ADEPOL/MA) divulgou nota de condolência pela morte do delegado e informou que o presidente e o Diretor financeiro da entidade estão se dirigindo a Teresina para "prestar assistência e apoio aos seus familiares, bem como para acompanhar a apuração deste fato trágico".

"O falecimento deste jovem e promissor profissional em muito comove os Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão, seus irmãos de fé e profissão, que neste momento de comoção prestam homenagem a sua memória e rogam para que Deus o tenha sob a luz de sua face, e que abençoe seus familiares na esperança da vida eterna, lhes dando o conforto necessário neste momento de provação e dor", diz a nota.

Alex ingressou na Polícia Civil do Maranhão em abril de 2015, conforme publicação no diário oficial do Maranhão, tendo sido lotado no 1º Distrito Policial de Coroatá.

Secretaria de Estado de Segurança Pública emite nota

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) emitiu nota nesta segunda-feira, 11, sobre a morte do delegado Alex Aragão Melo. O corpo do delegado foi encontrado neste domingo, 10, em sua residência, em Teresina-PI. A suspeita é de suicídio.

Na nota, a Secretaria "repudia que pessoas e veículos de comunicação utilizem-se de uma tragédia pessoal para, de forma oportunista e desrespeitosa, fazer politicagem".

Quanto à transferência do delegado, citada por diversos blogs maranhenses como possível motivo do suposto suicídio, a Secretaria informou que "esta se deu após o citado profissional apresentar problemas funcionais, que não serão publicamente divulgados em respeito à memória da vítima."

Veja a nota:


Investigação

Alex era alvo de uma sindicância da Secretaria de Estado de Segurança Pública, instaurada por meio da Portaria nº 664/2015 (Publicada no Diário Oficial do estado no dia 06 de outubro de 2015), que visa "apurar a eventual responsabilidade funcional de ALEX ARAGÃO MELO, Delegado de Polícia Civil, 3ª Classe, Matrícula nº 2438844, lotado no 1º Distrito Policial de Coroatá, pertencente à Regional de Codó, em face do teor da Investigação Preliminar nº 144/2015, assim como, da Representação da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Maranhão". 

Na sindicância, Alex era acusado de algemar e prender arbitrariamente, em 16 de junho de 2015, nas dependências do 1° Distrito Policial de Coroará, o advogado André Farias Pereira. O delegado e o advogado teriam se desentendido e discutido em voz alta depois que o primeiro adentrou o distrito policial sem apresentar a carteira da OAB, identificando-se apenas verbalmente.

Com informações da Delegacia da Polícia Civil de São Raimundo das Mangabeiras, ADEPOL/MA, blog do Daniel Matos  e do Diário Oficial do Maranhão


Atualizado: 11/01/2016 às 14:02.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...