domingo, 25 de maio de 2014

Em assembleia, professores de São Raimundo das Mangabeiras apresentam proposta de reajuste de 8,32% ao executivo


Comunicação Sinproesemma/Núcleo São Raimundo das Mangabeiras

Reunidos em Assembleia, na noite desta sexta-feira, 23, cerca de 60 professores (as) da rede municipal de São Raimundo das Mangabeiras, filiados ao Sinproesemma (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Maranhão), aprovaram proposta de reajuste de 8,32% e que o executivo apresente projeto de lei de concurso público para suprir as vagas criadas em decorrência da redução da carga horária em sala de aula para treze horas semanais. Os professores decidiram também que, o executivo tem até o dia 13 de julho para se pronunciar sobre a proposta, caso contrário entrarão em greve por tempo indeterminado, a partir do dia 14 de julho.

A assembleia contou com a presença de membros da Diretoria, associados, demais professores, autoridades convidadas, do coordenador de comunicação da prefeitura, Felix Bezerra, e do contador do município, José Leandro, que apresentou dados das finanças do FUNDEB, reafirmando o posicionamento do executivo em não aumentar os salários, pois, segundo a ata da assembleia, “o consequente aumento do número de professores contratados referente ao cumprimento da redução de carga horária de treze horas semanais e a Lei de Responsabilidade Fiscal” impedem o reajuste. José Leandro respondeu também a questionamentos dos professores.

A proposta de 8,32% corresponde ao percentual de reajuste do piso salarial dos professores da educação básica (ensinos fundamental e médio) feito pelo Ministério da Educação. Este ano, o piso passou a ser R$ 1.697,00 para uma carga horária de 40 horas semanais. Em São Raimundo das Mangabeiras a carga horária é de 20 horas semanais, por tanto o percentual do piso é de R$ 848,50.

Além do coordenador do sindicato, Felix Resplandes, que é vereador, do presidente do núcleo sindical de Sambaíba, Airton, e do contador, José Leandro, completaram a mesa da assembleia, os vereadores: Nonato Brito, Professor Edivaldo, Professor Jessé, Emir da Cerâmica e Irmão Leonardo. Os vereadores já vinham debatendo a questão do reajuste nas sessões da câmara.



 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...