sexta-feira, 26 de maio de 2017

Mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti mobiliza população de Mangabeiras


A Secretaria Municipal de Saúde de São Raimundo das Mangabeiras realizou um mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti. O mutirão teve início no dia 15 de maio, com palestras destinadas aos profissionais da saúde, e encerrou nessa quinta-feira, 25 de maio. As ações de combate ao Aedes aegypti foram realizadas nas áreas de abrangência das unidades básicas de saúde (UBS) da zona urbana e nos povoados Morro do Chupé, Vale Verde e Canto Grande, contando com a participação de Agentes Epidemiológicos, Agentes de Saúde, Enfermeiros, Professores, Alunos e a Comunidade em geral.

O cronograma inicial do mutirão previa ações até o dia 23 de maio, mas, com algumas mudanças na programação, as ações se estenderam até o dia 25, tendo sido realizadas da seguinte forma: no dia 19 de maio, na UBS Deroci Milhomem, abrangendo o Centro, Porto, Conceição, São Vicente e Dim Dias; no dia 22, nos povoados Morro do Chupé e Vale Verde, UBS Maria José e UBS São Luiz Gonzaga; no dia 23, na UBS José Gomes, abrangendo Vila Ceci, São João, Bela Vista e Cidadão; no dia 24, na UBS Alice Farias, abrangendo Vila Cardoso, Primavera, Conceição e Nazaré; e no dia 25, na UBS Socorro Portela, abrangendo São José, São Francisco, Esperança e Olaria e no Povoado Canto Grande.

O Mutirão contou com o apoio da empresa Ambientar – responsável pela limpeza pública do município –, das escolas municipais, Programa de Saúde da Família, Coordenação de Vigilância em Saúde, Programa Saúde na Escola, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Infraestrutura e Transporte.

Além do mutirão, o combate ao mosquito Aedes aegypti recebeu mais um reforço esta semana. Carros fumacê, da Secretaria de Estado da Saúde, estiveram no município ao longo da semana, nos Povoados Morro do Chupé e Vale Verde, dia 22, e na sede do município, nos dias 23 e 24. Os carros deverão voltar ao município na próxima semana.

Com as ações, a gestão municipal busca reduzir os focos do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, febre chikungunya e o vírus Zika, apontado como responsável pelo aumento dos casos de microcefalia no país.

Segundo a Prefeitura, o governo vem trabalho de forma intensiva para que as equipes de saúde da atenção básica possam dinamizar cada vez mais a saúde preventiva, objetivando ter uma população mais saudável, consequentemente diminuindo a demanda nos serviços emergenciais.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...