sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Manifestação cobra melhorias nos serviços da Caema em São Raimundo das Mangabeiras


Foi realizada nesta sexta-feira, 11, em São Raimundo das Mangabeiras, uma manifestação por melhoria nos serviços de abastecimento de água da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) no município. A manifestação percorreu ruas do centro da cidade e encerrou em frente ao escritório da empresa, onde os manifestantes colaram os cartazes com palavras de ordem e fizeram pronunciamentos denunciando os problemas no fornecimento de água.

Os organizadores do movimento fizeram a divulgação da manifestação por meio das redes sociais, rádio e carro de som. O evento transcorreu de forma pacífica, tendo sido acompanhado pela policia Militar, que organizou o trânsito ao longo do trajeto. Os organizadores também se empenharam em denunciar o problema ao Ministério Público, reunindo-se algumas vezes com o Promotor de Justiça Thiago Barbosa Bernardo, e organizaram um abaixo assinado que será encaminhado às autoridades.

A população de São Raimundo das Mangabeiras vem sofrendo com problemas no abastecimento de água, que é feito de forma racionada. Entre o final de junho e o início de agosto, o problema se agravou em virtude de uma das bombas ter apresentado problemas. A intensificação do problema levou o Ministério Público a impetrar ação civil contra a empresa, o que resultou com uma condenação no dia 02 de agosto, proferida pela juíza da comarca do município, Lyanne Pompeu de Sousa Brasil.

Pela decisão judicial, a empresa deve melhorar o sistema de abastecimento de água no município no prazo de 90 dias. A juíza também condenou a empresa a pagar o valor R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) por omissão na prestação de serviço essencial e aplicou uma multa de R$ 8.315.000,00 (oito milhões, trezentos e quinze mil reais) por descumprimento de uma sentença de 2012, que tinha multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por dia de descumprimento.

Uma reunião promovida pelo Ministério Público, no dia 08 de agosto, com representantes da Caema, dos poderes executivo e legislativo municipal, consumidores e policias militar e civil, debateu o problema e as possíveis soluções. Na reunião, representantes da Caema informaram sobre as medidas adotadas para solucionar os problemas de abastecimento, como a reinstalação da bomba que estava com problemas, mudanças no rodízio entre os setores, para que a água chegue aos pontos mais altos e a instalação, nas próximas semanas, de um outro equipamento no sistema. Foi informado ainda que a Caema não emitirá as faturas aos consumidores referente ao mês de agosto.

Leia Também:

Executivo Municipal participa de reunião para debater problemas nos serviços da Caema em Mangabeiras

Caema é condenada a melhorar abastecimento de água em Mangabeiras e é multada em 8,3 milhões



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...